AutomobilismoGold Classic

Gold Classic – Final de semana de pole e vitórias para Peppe na Gold Classic

Categoria disputou terceira etapa da temporada em Curitiba

Uma etapa espetacular para Alexandre Peppe (Olhos em Foco e Portal High Speed Brazil) e para a equipe HT Guerra! O paulista que nunca tinha guiado no traçado de Curitiba, mostrou experiência, superou adversidades, marcou a pole position e conquistou as duas vitórias na categoria D2T da Gold Classic.

No primeiro treino livre, Peppe não conseguiu extrair o máximo do carro, mas conforme o tempo foi passando, o piloto do carro #444 conseguiu conhecer um pouco dos macetes do traçado paranaense e na formação do grid de largada anotou a pole position com o tempo de  1:40.331, tempo bem abaixo do 1:51 que anotou na primeira sessão de treinos livres.

Na primeira corrida, Peppe foi soberano. Largou bem, conseguiu uma bela vantagem e cruzou a linha de chegada na primeira colocação. A dupla Thiri Lorentz/Arthur Bailo cruzaram na segunda colocação e Antônio Chambel ficou com o terceiro posto.

A segunda disputa foi bem mais intensa e tensa para Peppe. Apesar de largar na posição de honra, o piloto da equipe HT Guerra sofreu uma quebra de suspensão logo nas voltas iniciais, fazendo com que seu carro não contornasse da forma adequada as curvas. Com esse problema, o #444 passou a sofrer uma grande pressão de Thiri Lorentz #74 que vinha buscando a ultrapassagem de todas as formas possíveis.

No final, Ale Peppe venceu, sexta vitória dele em seis corridas na categoria. Lorentz em segundo e Hamilton Morsch que finalizou a primeira corrida em quinto, ficou em terceiro lugar na segunda disputa.

“Quando eu fiz a minha primeira entrada da pista, sábado de manhã, foi bem assustador. Aquela reta gigante e como não conhecia o traçado, fui aprendendo. Peguei muitas dicas com o Giovani (Almeida) mas, mesmo assim uma coisa é a teoria e outra coisa é a prática. No primeiro treino virei 1:51 alto, já no segundo treino  já virei 1:41, estava aprendendo o traçado  da pista e aos poucos fui perdendo o medo que eu tinha. Fomos para a classificação e consegui anotar 1:40.331. Na corrida 1 consegui largar bem, mantive a liderança e abri uma reta de vantagem sobre o segundo colocado. Foi uma  pena que deu safety car, pois a corrida terminou desta forma, mesmo assim, marquei o tempo de 1:39.9 e bati o recorde da categoria em Curitiba”, disse Peppe.

“Na segunda corrida, mantive a liderança mas, logo na segunda volta alguma coisa quebrou na suspensão do meu carro e desalinhou toda a direção, as rodas abriram e aí eu não conseguia mais fazer curva. A partir dai comecei a perder tempo e o Thiri (Lorentz) chegou em mim então passei a fazer um traçado defensivo. Naquele momento  cheguei a achar que seria um pneu furado, mas segui acelerando, como percebi que o pneus não desmancharam, comecei a imaginar algum problema com a roda, que estivesse soltando alguma coisa, que estivesse quebrada e fosse voar, mas, eu não tinha opção,  falei para mim mesmo:  vou acelerar o máximo que puder aqui, ou vou ganhar essa corrida ou vou bater esse carro porque não…  eu não vou perder a corrida.”

“Fiz a minha corrida do jeito que dava. Fui lutando, fechando a porta para o segundo colocado até que minhas preces fizeram o efeito e o carro dele (Thiri) esquentou, conforme ele me falou após o término da corrida. A partir daí, com um pouco mais de folga, eu consegui manter a liderança segurando o carro do jeito que dava e rezando pra ele não quebrar.”

“No final, graças a Deus deu tudo certo, mais duas vitórias no campeonato e agora são seis corridas e seis vitórias. Consegui abrir uma boa vantagem no campeonato e vamos para Cascavel precisando de um segundo lugar  para ser campeão, mesmo que o Thiri conquiste as duas vitórias. Claro, existem outras combinações, mas o importante é seguirmos fazendo nosso trabalho, tanto eu quanto o a equipe HT Guerra para conquistarmos esse título”, concluiu Alexandre Peppe.

 

Classificação categoria D2T

Com os triunfos desta semana, Peppe chegou a seis vitórias na temporada, com 165 pontos conquistados. Thiri Lorentz/Arthur Bailo aparecem na segunda colocação com 130 pontos. Solon Pezzini é o terceiro com 64. Antônio Chambel é o quarto com 52 e Leandro Kairis é o quinto com 49.

 

Fonte: HighSpeed Brazil

Foto: Rafael Catelan(pódio) / Reprodução Instagram (Peppe)

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
X