Automobilismo FórmulaUSF2000

USF2000 – KIKO PORTO ANUNCIA QUE EM 2020 VAI CORRER NA USF2000, NOS ESTADOS UNIDOS

Uma temporada com muito a se comemorar para o piloto brasileiro Kiko Porto (Petromega / DEForce Racing / Speed Group). Logo no primeiro ano em que correu todas as etapas da F4 Americana, o pernambucano de apenas de 16 anos garantiu o vice-campeonato da categoria com três vitórias, dois segundos lugares e mais três vezes ao pódio na terceira colocação. Foram 220 pontos na classificação de pilotos, mostrado todo o potencial como profissional de automobilismo.

Agora, para a temporada 2020, Kiko e a equipe DEFroce Racing decidiram se unir em um novo desafio: a categoria USF2000, que utiliza a variação americana da Fórmula Ford, “F2000”, que retornou às pistas na temporada de 2010. A categoria é homologada pela IndyCar e é o primeiro degrau no caminho para a Fórmula Indy. A primeira etapa será de 13 a 15 de março, na pista de São Petersburgo, na Flórida. No total, serão 9 etapas ao longo do ano e dois períodos de testes, no início de março e no mês de maio.

“Eu já fiz alguns testes este ano na USF2000 e o carro é muito bom e rápido. Estou muito feliz, também, de continuar na DEForce Racing. Tivemos uma parceria de muito sucesso em 2019 e acredito que ano que vem não vai ser diferente. Vamos nos manter focados pra conseguir bons resultados”, comentou Kiko Porto durante o anúncio da mudança de categoria.

USF2000

A história começou em 1990, quando Doug Powell lançou a série USAC F2000 da costa oeste. Dois anos depois, em 1992, Dan Andersen (ao lado do parceiro Mike Foschi) iniciou uma versão oriental da série, e a SCCA introduziu simultaneamente sua própria versão, chamada American Continental Championship. Todas as três séries utilizaram os mesmos regulamentos técnicos do F2000.

Durante a temporada de 1994, a série USAC F2000 do leste absorveu as séries Western e SCCA, e uma série unificada agora denominada USF2000 Championship estreou em. O campeonato cresceu com 40 a 60 carros por evento, e muitos de seus ex-alunos subiram a escada para os primeiros lugares nas corridas.

A USF2000 continuou a ganhar força e reconhecimento nas temporadas e, em 2001, a administração foi transferida para Jon Baytos, que continuou sua operação até o final da temporada de 2006. Por três anos, nenhum evento foi realizado sob a bandeira USF2000, mas no final de 2009, com o incentivo do INDYCAR, Dan Andersen ressuscitou o USF2000 Championship, que comemorou sua 27ª temporada em 2019 como o Cooper Tires USF2000 Championship, o primeiro passo oficial no caminho para a Fórmula Indy.

Os competidores desfrutam de uma excelente programação de eventos de alto nível, culminando em um pacote de bolsas e prêmios para garantir a graduação do campeão para o próximo nível, o Indy Pro 2000. A USF2000 mantém uma plataforma econômica com restrições apropriadas às equipes para conter gastos excessivos e a concorrência resultante é fantástica. (informações da categoria: www.usf2000.com)

 

Fonte: KM Com

Foto: Divulgação

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X