AutomobilismoEndurance

Endurance – Georgios Frangulis e Gaetano Di Mauro sobem no pódio na Porsche Endurance, em Interlagos

Dupla da ORT termina prova de 500 km na 5ª colocação da Carrera Trophy

Georgios Frangulis e Gaetano di Mauro encerram a temporada da Porsche Endurance Series, em Interlagos, na 5ª colocação da classe Carrera Trophy. A dupla sofreu com duas quebras de carro ao longo da prova mas com muita garra fecharam em grande estilo a prova mais longa da temporada.

Com o pódio de hoje a Georgios Frangulis e Gaetano Di Mauro encerram a competição na 4ª colocação da classe Carrera Trophy.

 

A corrida:

Gaetano di Mauro largou pelo carro #88 da ORT e consegue uma espetacular reação por fora na primeira perna do S do Senna, pulando da 12ª para a quarta posição na primeira volta. No terceiro giro de prova concretizou a manobra pela terceira posição. Após 3 voltas sob regime de safety-car, Di Mauro completou nova manobra no “S” do Shenna para subir a segunda posição.

10ª volta e Cesar Ramos ultrapassou di Mauro para assumir a segunda posição. A disputa entre os cinco primeiros era intensa nos giros iniciais.

Depois de mais de cinco voltas sob safety-car, Frangulis assumiu o comando da máquina após a primeira das 5 paradas obrigatórias. A dupla retomou a corrida na 14ª posição.

Georgios Frangulis e Gaetano di Mauro

Com as posições reestabelecidas e 22 voltas completadas das 117 previstas o #88 da ORT aparecia na 19ª posição.

A máquina titular da ORT apresentou problemas mecânicos depois da relargada e a dupla teve que recorrer mais uma vez ao carro reserva. Um problema de cilindro atrapalhou os planos da equipe. Nova jornada de recuperação para a ORT na Edurance Series, 29ª posição para o #88 depois da troca do bólido.

Na quadragésima volta, o carro de Frangulis era o mais rápido na pista, o piloto já havia escalado 7 posições e era o 22º no grid e top-10 na classe Trophy.

Duas voltas depois e mais quatro posições conquistadas, a ORT era 18ª no momento da prova.

Novo problema no carro e o #88 apresentava dificuldades para seguir na prova. A correia apresentou problema e forçou Gaetano di Mauro a retornar na pista no segundo carro reserva.

Di Mauro voltou para a prova na 27ª posição com cinco voltas de desvantagem para os líderes. Com metade da prova por ser disputada ainda, o piloto era 21º com as mesmas cinco voltas de desvantagem para o líder.

Na 67ª volta o piloto da ORT fez a terceira parada da dupla e entregou o carro #88 para Georgios Frangulis que voltou para a pista no trigésimo lugar.

Seis voltas depois Frangulis avançou duas posições na prova e tentava recuperar terreno.

Na 79ª volta o piloto da Oak Racing Team era o 22º colocado, a frente de Lucas Di Grassi.

Georgios Frangulis e Gaetano di Mauro

Faltando apenas 31 voltas para o fim Georgios Frangulis já alcançava o 16º lugar, escalando 14 posições no seu stint e se colocando entre os 5 melhores da classe Trophy.

Na volta 89 Gaetano Di Mauro voltou ao comando do Porsche #88 ocupando o 27º lugar, rapidamente ganhou duas posições e começou a sua escalada na corrida, chegando até a décima nona posição.

Faltando 14 voltas para o fim Di Mauro realizou a quinta e última parada obrigatória da dupla, voltando no 26º lugar.

Nas voltas finais o safety car foi acionado devido ao forte acidente de um concorrente na entrada da reta dos boxes. Neste ponto da prova Gaetano Di Mauro era o 23º colocado e 6º na classe Trophy.

A relargada aconteceu faltando 5 voltas para o fim, Gaetano rapidamente subiu duas posições e ainda colocou o carro #88 da ORT no pódio, com o 5º lugar na classe Trophy.

 

O que eles disseram:

 “A temporada inteira foi atribulada aqui. Muitos carros quebrados e muitas batidas. A corrida era promissora aqui, o Gaetano fez uma largada incrível, pulou da 12ª para a segunda posição. Tínhamos ritmo e constância, se não fosse a quebra, com certeza brigaríamos pela vitória. Depois quero fazer uma análise para saber como ficaríamos na corrida se não tivéssemos tido problemas com quebras. Ano que vem é tudo novo, chegada do 992 e uma boa oportunidade para recomeçar.”

Georgios Frangulis

 

“Fiquei triste pela corrida, duas quebras seguidas. Andamos muito bem a corrida toda, chegamos a ficar em segundo depois de largar da 12ª posição. Triste pelas infelicidades, não era para ser nosso fim de semana. Mas, vamos para as próximas.”

Gaetano di Mauro

Fonte: LF Press.

Foto:

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
X