Automobilismo FórmulaFórmula Regional Europeia

FR – Formula Regional : Dudu Barrichello estreia no automobilismo europeu em “experiência incrível” em Ímola

Brasileiro conquista dois top10 entre os rookies na abertura da FRECA

Neste final de semana Eduardo Barrichello fez sua estreia na Fórmula Regional by Alpine no circuito de Ímola, em evento conjunto com a Fórmula 1.

O piloto apoiado pela Toyota Gazoo Racing, XP Investimentos e ALE Combustíveis completou as duas corridas válidas pela primeira etapa certame em um grid de 32 carros.

A primeira prova foi de adaptação e Dudu finalizou a corrida em vigésimo lugar geral e oitavo entre os estreantes.

Na corrida 2 a história foi diferente. Mais adaptado à carga aerodinâmica do carro e ao motor turbo, fez belas ultrapassagens e terminou em 14º lugar e sétimo entre os estreantes.

Vindo do vice-campeonato da USF 2000 na última temporada, Dudu realiza a transição para a Europa nesta temporada, na repaginada categoria fruto da fusão da Fórmula Renault Eurocup com a Fórmula Regional.

O próximo compromisso do piloto pela categoria é no dia 09 de maio, na etapa de Barcelona, novamente em evento suporte de um GP da F1.

 

As corridas:

No sábado Barrichello realizou dois treinos classificatórios. Na primeira sessão, valendo vaga para a corrida de domingo, Barrichello fez o 16º tempo entre os 32 carros do grid. No segundo treino foi o 19º colocado.

A corrida 1 aconteceu no fim da tarde italiana e Dudu fez uma largada limpa e, embora tenha perdido posições, escapou dos múltiplos acidentes da primeira volta.

No segundo giro de corrida Brad Benavides escapou da pista devido a quebra da suspensão traseira direita na curva Acqua Minerale e provocou a primeira intervenção do safety-car.

A relargada foi dada faltando 22 minutos para fim, com liderança do pole position David Vidales, seguido por Alex Quinn. Eduardo Barrichello avançou duas posições e ocupava o 21º lugar.

Cinco minutos depois aconteceu a segunda intervenção do safety-car devido a escapada de pista de Tommy Smith, australiano companheiro de Barrichello na equipe JD Motorsport.

Após a bandeira verde a corrida seguiu com muitas disputas no meio do grid, Eduardo Barrichello tentava escalar o pelotão e após cair para vigésimo quarto, conseguiu recuperar quatro posições.

Faltando apenas um minuto para a bandeirada Kas Haverkort rodou depois de ser tocado por Patrik Pasma e bateu no muro, causando a terceira intervenção do carro de segurança.

O safety-car saiu faltando apenas alguns metros para o término da corrida e a vitória ficou com David Vidales. Barrichelo foi o vigésimo na geral e oitavo entre os rookies.

A segunda prova aconteceu no domingo, como preliminar do GP de Emilia Romagna e a largada aconteceu sem grandes incidentes. O suíço Gregoire Saucy manteve a liderança, Dudu fechou a primeira volta na 18ª posição.

Jasin Ferati escapou da pista na terceira volta e causou o primeiro safety-car da corrida.  Na relargada nada Saucy manteve a liderança enquanto Dudu batalhava para escalar o pelotão.

Após 16 minutos de prova Dudu já ocupava o 14º lugar, recuperando posições, quando o safety-car voltou à pista devido ao acidente envolvendo Alex Quinn e Dino Beganovic.

Faltando menos de dez minutos para o fim da corrida Barrichello travava uma batalha curva a curva com Brad Benavides e Lorenzo Fluxa, chegando a colocar lado a lado na variante Tamburello por duas vezes.

Na última volta, em disputa tripla com Benavides e Lorenzo Fluxa, Dudu ultrapassou Benavides e cruzou a linha de chegada em 14º lugar geral e sétimo na Rookie. Gregoire Saucy foi o vencedor da etapa.

 

O que disse Dudu Barrichello:

“Neste final de semana fiz minha estreia na Europa, tudo bem diferente do que eu estava acostumado, largada parada, carro com muito mais aerodinâmica do que eu estava acostumado além do motor turbo que exige uma reação antecipada ao carro da frente por causa do lag.

Então são muitas coisas diferentes, a primeira corrida foi de adaptação e a segunda corrida foi muito divertida, eu acabei caindo para 18º lugar mas vim ultrapassando e subi para décimo terceiro. Tive um momento que acabou faltando sorte onde um carro quebrou na minha frente e eu cai para 15º, mas consegui no fim da última volta recuperar mais uma posição.

Também posso dizer que aprendi muito e me diverti demais nessa segunda corrida, com a atmosfera de correr junto com a Fórmula 1, então foi uma experiência incrível para mim.”

 

FRECA – Calendário 2021:

  • 09/05 – Barcelona
  • 23/05 – Mônaco
  • 30/05 – Paul Ricard
  • 20/06 – Zandvoort
  • 25/07 – A definir
  • 08/08 – Nürburgring
  • 12/09 – Spielberg
  • 10/10 – Mugello
  • 31/10 – Monza

 

 

Fonte: LF Press.

Foto: Dutch Photo Agency

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X