AutomobilismoStock Car

Stock Car – Full Time começa temporada com vitória, pódio e liderança da Stock Car em Goiânia

Barrichello vence a corrida 2 e é o líder do campeonato após a 1ª etapa da temporada 2020. Piquet Jr. larga dos boxes e sobe ao pódio. Suzuki e Rossi também conquistam bons resultados na segunda prova

A Stock Car está de volta e o início da temporada 2020 foi muito especial para a equipe Full Time Sports, dirigida por Maurício Ferreira. Na etapa deste domingo (26), em Goiânia (GO), o time conquistou uma vitória com Rubens Barrichello, um segundo lugar com Nelson Piquet Jr. e bons resultados com Rafael Suzuki e o argentino Matias Rossi na corrida 2.

Uma das equipes representantes da Toyota Gazoo Racing, que estreia na temporada o novo Corolla, a Full Time Sports trabalhou bem sua estratégia nas duas corridas, que mostraram muita competitividade. Barrichello também sai na frente na briga do campeonato e é o líder, com 38 pontos.

Piloto coloca o Corolla #111 na frente

Na corrida 1, Suzuki partiu da quarta colocação, Barrichello em sétimo, Rossi em oitavo, e Nelsinho em décimo. Ainda na primeira metade da prova, Suzuki foi obrigado a recolher para os boxes, após o capô voar e trincar todo o para-brisa do Corolla #8. Piquet também teve problemas, após o pit stop e não voltou pra pista. Rossi chegou a escapar nas primeiras voltas, mas brigou até o final pelo décimo lugar, que lhe daria a pole na corrida 2. Na última volta, no entanto, o piloto caiu para 11º.

Barrichello, que se manteve no pelotão da frente, apostou suas fichas para a segunda prova, abasteceu na parada obrigatória para troca de pneus e cruzou a linha de chegada em sétimo.

Largando da quarta posição pelo grid invertido da corrida 2, o piloto foi pra cima e, logo na segunda volta, já era o líder. Com uma estratégia e pit stop perfeitos, Barrichello seguiu tranquilo para vencer pela quinta vez na pista goiana. Agora são 14 vitórias na Stock Car, cinco em Goiânia (2014, 2016, 2018, 2019 e 2020).

Enquanto isso, Piquet vinha forte em busca da recuperação. Depois de largar dos boxes, acelerou forte o Corolla #33 para chegar em segundo e também subir ao pódio pela terceira vez em Goiânia (já havia sido segundo em 2018 e 2019).

Suzuki também se recuperou bem, apesar de levar um novo susto, quando um para-choque de outro competidor voou e atingiu novamente seu para-brisas. O piloto terminou a prova na sétima colocação. O estreante Matias Rossi viveu na pele a grande competitividade da Stock Car e finalizou a segunda corrida em 12º.

Barrichello: 5 vitórias em Goiânia
“Que prazer ‘sofrer’ com todo este calor, com a demanda física; que coisa gostosa poder voltar a guiar. Obrigado à Stock Car, à Goiânia, por ter feito tudo desta forma tão organizada para que pudéssemos estar aqui”, declarou Barrichello, campeão da temporada 2014.

“Ganhar em Goiânia tem um valor enorme, é indescritível. Foi um fim de semana de muita alegria, estar de volta, apesar de não ter o público. Estou feliz em começar a temporada deste jeito. Mostra que poderemos ser competitivos e era importante começar assim. Parabéns à Toyota por todo trabalho que fizeram até aqui e a toda equipe pelo grande trabalho no fim de semana”, destacou o piloto do Corolla #111.

“Na corrida 1, eu não tinha chances reais de vitória. Então, decidimos economizar combustível. E, parando na última volta da janela de pit, eu também teria um pneu um pouco mais novo para a segunda corrida. Então, a gente acabou parando e abastecendo na corrida 1”, explicou.

“Mas com a entrada do Safety Car, acabou que todo mundo ficou mais ou menos na mesma regra na segunda prova. O nosso pensamento foi para ganhar a segunda corrida. O carro se mostrou mais competitivo e consegui fazer até a melhor volta. Estou muito feliz com essa vitória e também gostaria de agradecer a todos que votaram no Fan Push e me deram mais essa ajuda tão importante”, finalizou o piloto de 48 anos, que faz sua oitava temporada completa na Stock Car, todas no time dirigido por Maurício Ferreira.

Piquet: “Nunca devemos desistir”
“Foi um fim de semana cheio de surpresas. A classificação não foi como eu queria, mas hoje nas corridas as coisas pareciam bem. Eu estava sendo bem cauteloso no início da prova, o carro estava muito bom, mas infelizmente tivemos uma quebra do semieixo do carro no pit stop, o que obviamente me deixou muito desanimado. Mas uma lição que eu aprendi hoje é a de que nunca devemos desistir”, disse Piquet, que no sábado (25) completou 35 anos.

“Na segunda prova, o carro estava bom, acertamos na estratégia, tivemos um pouco de sorte com a entrada do Safety Car e conseguimos um pódio, largando dos boxes, praticamente de último lugar”, lembrou.

“Queria agradecer a toda a equipe, a todos que votaram no Fan Push, que me deu uma ajuda enorme. Não foi um fim de semana perfeito, mas foi um bom começo para a equipe, para a Toyota, então, vamos seguir trabalhando forte para o restante da temporada”, completou o piloto.

Suzuki: susto com para-brisas trincados e P7
“Não foi como a gente planejava. Na largada da corrida 1, não me posicionei bem, perdi algumas posições, mas estávamos numa boa posição para as duas corridas, até o capô voar do nada. Não tinha encostado em ninguém, levei um baita susto e quebrou o para-brisa. Tivemos de abandonar e a equipe fez um trabalho fantástico, recuperando o carro”, contou.

Rafael Suzuki: bons pontos após sustos

“Na corrida 2, logo que eu larguei voou um para-choque traseiro no meu para-brisa e estraçalhou. Fiquei com dificuldade para enxergar e procurando as referências. Então, terminar num Top-10 não foi tão ruim, considerando tudo o que aconteceu”, afirmou o piloto, que correu pela primeira vez pela Full Time e está em sua sétima temporada na Stock Car.

Rossi parabeniza equipe e quer mais

“Estou triste com o resultado final, não foi o que esperávamos. Mas fico feliz pela equipe, com a vitória do Rubens e o trabalho com os quatro carros. Cometi alguns erros nas corridas e elas não saíram como eu gostaria. Com certeza, queria mais. Mas estou contente com o trabalho, gostaria de agradecer à equipe mais uma vez e vamos tentar um resultado melhor na próxima etapa”, declarou o multicampeão do automobilismo argentino, que estreia este ano na Stock Car com o Corolla #117.

A etapa goiana seguiu um rígido protocolo de segurança sanitária, em virtude da pandemia do coronavírus. A etapa também não contou com a presença do público e teve um número reduzido de pessoas envolvidas com a organização.

A próxima etapa da categoria está prevista para o dia 23 de agosto, com a disputa da Corrida do Milhão, em Interlagos (SP).

Os resultados em Goiânia:

Corrida 1
1 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla), 22 voltas
2 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 2s190
3 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 11s888
4 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 15s255
5 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze) a 16s172
6 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 16s661
7 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 20s834
8 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 23s684
9 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 25s334
10 Vitor Genz (KTF Sports/Cruze) a 25s441
11 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 26s226
12 Julio Campos (Crown Racing/Cruze) a 26s774
13 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 27s357
14 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 37s011
15 Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Cruze) a 40s747
16 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 42s964
17 Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 43s958
18 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1min02s239
19 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 10 voltas
20 Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 11 voltas
21 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 11 voltas
22 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla) a 13 voltas
23 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 17 voltas
24 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 19 voltas
25 Gaetano di Mauro (Vogel Motorsports/Cruze) a 19 voltas

Corrida 2
1 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla), 20 voltas
2 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla) a 4s887
3 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 5s643
4 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 9s424
5 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 10s194
6 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 10s365
7 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 11s233
8 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 14s075
9 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze) a 14s872
10 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 15s790
11 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 18s468
12 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 18s544
13 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 26s065
14 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 28s111
15 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 28s522
16 Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 28s747
17 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 50s737
18 Julio Campos (Crown Racing/Cruze) a 1min24s561
19 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 11 voltas
20 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 11 voltas
21 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 13 voltas
22 Vitor Genz (KTF Sports/Cruze) a 16 voltas
23 Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Cruze), a 20 voltas
24 Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport/Cruze), a 20 voltas
25 Gaetano di Mauro (Vogel Motorsports/Cruze), a 20 voltas

Classificação do campeonato
1 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla), 38
2 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze), 34
3 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla), 31
4 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla), 30
5 Ricardo Maurício (Eurofarma-RC/Cruze), 30
6 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze), 29
7 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze), 26
8 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla), 26
9 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze), 22
10 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla), 20
11 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla), 19
15 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla), 14

 

 

Fonte: FG Com.

Foto: Hyset

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X