AutomobilismoStock Car

Stock Car – Thiago Camilo vence, quebra recordes e fica em segundo no campeonato

Interlagos (SP), 15 de dezembro – A temporada 2019 da Stock Car terminou hoje como começou, com Thiago Camilo como o piloto mais veloz. O paulistano de 35 anos largou em segundo, sabidamente com mais combustível que o pole position Marcos Gomes, e assumiu a ponta após o pit stop – onde gastou menos tempo –, para não perder mais. Daniel Serra, que precisava chegar da quinta colocação para ser campeão caso Camilo vencesse, chegou em segundo lugar e levou o terceiro título seguido.

Essa foi a 29ª vitória de Thiago Camilo na Stock Car, a sexta em Interlagos. Foi também a sexta vitória em 2019, ano em que o piloto da Ipiranga Racing fez seis pole positions e largou nove vezes na primeira fila, todos recordes na Era V-8 da Stock Car, que começou em 2001, e teve sempre doze etapas por temporada. “Hoje a gente fez o que se propôs como objetivo, vencer a corrida. Meu carro sem dúvida foi o mais veloz da temporada, mas o Daniel foi muito regular, soube competir de acordo com o regulamento e foi campeão. Não posso dizer que a gente deveria mudar a estratégia, porque quando venci nas rodadas duplas fui o maior pontuador. Tivemos uma quebra na primeira corrida da rodada dupla de Santa Cruz do Sul, numa corrida onde eu provavelmente iria ao pódio, e o carro não chegou no box a tempo de trocar o motor. Sair sem pontos de uma rodada dupla teve um peso muito grande”, disse o piloto. Fora a etapa zerada de Santa Cruz do Sul, a média de Camilo nas oito outras rodadas duplas foi de 29,78 pontos, e ele chegou 29 pontos atrás de Serrinha na grande final.

Bia Figueiredo no Pit stop

Bia Figueiredo, companheira de Thiago Camilo na Ipiranga Racing, largou em 23º, escapou de um acidente na primeira volta, conseguiu pular para 17º lugar e iria mais adiante se não tivesse perdido algum tempo no pit stop. Recebeu a bandeira de chegada em 17º e acabou a temporada com 71 pontos, sua maior pontuação desde que chegou à Stock Car. “Foi um ano em que mostramos velocidade em diversas corridas, tivemos chance de pódios principalmente nas segundas corridas, aprendemos muito e sabemos o que tem que ser feito para dar mais um passo à frente em 2020. Hoje a classificação é nosso calcanhar de Aquiles, temos que trabalhar para largar mais para a frente e vamos fazer isso”.

Thiago Camilo comemora com as crianças

 

Classificação final após 12 etapas:

1 – Daniel Serra (Eurofarma RC) – 387 pontos

2 – Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 366

3 – Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – 320

4 – Felipe Fraga (Cimed Racing) – 313

5 – Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 310

6 – Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – 307

7 – Gabriel Casagrande (Crown Racing) – 303

8 – Cacá Bueno (Cimed Racing) – 234

9 – Marcos Gomes (KTF Sports) – 178

10 – Diego Nunes (KTF Sports) – 175

25 – Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – 71

 

 

 

Fonte:  Kacelnik Com

Foto: Hyset

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X