Moto Velocidade

Motovelocidade – ICGP: brasileiro Bob Keller permanece no “top 3” da categoria 250

Único brasileiro inscrito no campeonato de motos de GP clássicas conseguiu um quinto e um sexto lugar na categoria 250 e segue em terceiro lugar no campeonato, a meio ponto do vice-líder. ICGP programa volta ao Brasil para a disputa da etapa final de 2018.

O brasileiro Bob Keller conseguiu um quinto e um sexto lugares na ADAC Sachsenring Classic, terceira etapa da temporada 2017 do ICGP (International Classic Grand Prix). Os resultados permitiram a Keller, único brasileiro inscrito no campeonato para motos de GP clássicas, permanecer entre os três primeiros colocados na classificação da categoria para motos de 250 cm³. Ele está apenas meio ponto atrás do vice-líder, Vincent Levieux.

“Fiquei contente com as minhas corridas por vários motivos. Primeiro, porque Sachsenring não é fácil para calouros: ela é curta, sinuosa e muitas curvas são ‘cegas’. Como a pista é muito larga, você pode ter várias opções de trajetória e demora um tempo para descobrir a melhor delas. Segundo, porque consegui esses resultados em duas corridas que foram muito disputadas. Terceiro, porque briguei de igual para igual com um cara como o Eric Saul, que já foi campeão do ICGP e já ganhou provas do Campeonato Mundial”, afirma Keller, que corre com uma Yamaha TZ L.

 

O circuito de Sachsenring, localizado em território da antiga Alemanha Oriental, recebe também o Campeonato Mundial de MotoGP. A prova do ICGP integrou a programação de um evento bianual de carros e motos de corrida clássicos. “Foi espetacular. O público comparece em peso e estavam presentes campeões mundiais do passado como Giacomo Agostini, Carlos Lavado e Jon Ekerold”, conta. Nas provas do ICGP, o público torceu muito por Stefan Tennstädt, várias vezes campeão de motovelocidade na Alemanha Oriental. “O Stefan é uma lenda ali. Todos o conhecem e respeitam muito”, conta Keller. Na pista, Tennstädt conseguiu um quarto e um terceiro lugares na categoria 250.

A próxima etapa do ICGP acontecerá nos dias 9 e 10 de setembro no circuito de Grobnik, na Croácia, junto com a etapa do Campeonato Mundial de Sidecar. Neste ano, o ICGP foi homologado pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) como campeonato europeu, último passo antes da transformação em Campeonato Mundial. O Brasil é um dos candidatos a receber a etapa final de 2018, após o sucesso da prova realizada em 2016. “Os pilotos que vieram para cá gostaram demais do Brasil e me falam o tempo todo que querem voltar. Estamos trabalhando para que isso aconteça”, finaliza Keller.

Os resultados em Sachsenring foram estes:

Prova 1

Categoria 250: 1) 79-Vincent Levieux (França), Yamaha TZ A; 2) 22-Mark Rogers (Grã-Bretanha), Yamaha TZ H; 3) 29-Colin Sleigh (Grã-Bretanha), Yamaha TZ H; 4) 18-Stefan Tennstädt (Alemanha), Bakker Rotax; 5) 21-Bob Keller (Brasil), Yamaha TZ L; 6) 155-Philippe Barette (França), Yamaha TZ.

Categoria 350: 1) 121-Mike Edwards (Grã-Bretanha), BSR; 2) 17-Jean-Paul Lecointe (França), Yamaha TZ G; 3) 14-Leif Nielsen (Dinamarca), BSR; 4) 78-Robert Burns (Grã-Bretanha), BSR; 5) 116-Peter Howarth (Grã-Bretanha), BSR; 6) 67-Pascal Barette (França), Yamaha TZ G.

Categoria YC250: 1) 27-Mark Henrys (Grã-Bretanha), Yamaha TZ A; 2) 8-Thomas Amaury (Grã-Bretanha), Yamaha TZ U.

Prova 2

Categoria 250: 1) 34-Don Gilbert (Grã-Bretanha), Exactweld; 2) 29-Colin Sleigh (Grã-Bretanha), Yamaha TZ H; 3) 18-Stefan Tennstädt (Alemanha), Bakker Rotax; 4) 79-Vincent Levieux (França), Yamaha TZ A; 5) 3-Eric Saul (França), Chevallier; 6) 21-Bob Keller (Brasil), Yamaha TZ L.

Categoria 350: 1) 121-Mike Edwards (Grã-Bretanha), BSR; 2) 17-Jean-Paul Lecointe (França), Yamaha TZ G; 3) 14-Leif Nielsen (Dinamarca), BSR; 4) 78-Robert Burns (Grã-Bretanha), BSR; 5) 116-Peter Howarth (Grã-Bretanha), BSR; 6) 67-Pascal Barette (França), Yamaha TZ G.

Categoria YC250: 1) 27-Mark Henrys (Grã-Bretanha), Yamaha TZ A; 2) 8-Thomas Amaury (Grã-Bretanha), Yamaha TZ U.

 

 

Fonte: Luiz Alberto Pandini

Foto: icgp racing

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X