AutomobilismoStock Car

Stock Car – Pilotos e chefes de equipe da Shell aprovam novidades da Stock Car em 2021

Categoria anunciou 12 rodadas duplas "nonstop", pontos para o pole, ampliação dos descartes e manutenção do lastro de sucesso

Principal categoria do esporte a motor no Brasil, a Stock Car anunciou na manhã desta segunda-feira (22 de março) seu pacote desportivo para a temporada 2021, ano que promete ser o mais profissional e competitivo nas mais de quatro décadas de história do evento.

A maior novidade é a adoção do formato “nonstop” entre as duas baterias de cada uma das 12 etapas. Na volta de desaceleração após a corrida de 25 minutos, os carros se reordenam para a inversão das dez posições do grid e imediatamente largam para a bateria de 20 minutos.

Galid Osman piloto da Shell

O pit-stop obrigatório agora é restrito à corrida 1, cujo pole-position terá direito a dois pontos pela conquista da posição de honra.

Novidades introduzidas em 2020, o lastro de performance e os descartes seguem na regra deste ano, com ajustes. Agora a distribuição de peso adicional atinge os seis primeiros colocados na tabela de pontuação (antes era restrito ao top5), com o líder levando 30 kg, o vice-líder 25 kg e assim sucessivamente até o sexto, com 5 kg. Os descartes no ano passado eram dos três piores resultados e agora passam para os quatro piores.

O calendário terá dez encontros durante o ano, dois deles com etapas duplas. Os fins de semana com quatro corridas serão anunciados posteriormente pela Vicar.

Pilotos e chefes de equipe patrocinados pela Shell aprovaram as novidades da Stock Car para 2021. A expectativa agora é ver a nova dinâmica em ação, na etapa de abertura da temporada marcada para o último fim de semana de abril em palco ainda a ser anunciado.

 

O que eles disseram:

Macel Campos e Ricardo Zonta

“Na minha visão as mudanças no regulamento das corridas da Stock Car foram positivas. Isso vai proporcionar corridas mais movimentadas com brigas intensas do começo ao fim. Para estar entre os 10 na bandeirada final ou buscar uma vitória, você vai precisar ser agressivo durante toda a duração da prova. Em termos de movimentação das corridas isso vai ser muito bom. Agora não teremos tanto a estratégia de guardar mais o carro para a segunda corrida como vinha acontecendo. Vai ser uma prova mais curta que exigira mais ação para quem quiser sobressair.

No geral, eu gostei muito desse formato. Acho que poderiam rever ainda o peso do lastro de sucesso, os 30 kg prejudicam muito o líder do campeonato dependendo da pista. Ele poderia ser um pouco menor para não punir tanto o piloto. Foi o que vimos com o Zonta em 2020, carregando os 30 kg desde o início, o que prejudicou ele um pouco.

Em relação ao pole-position ganhar dois pontos foi uma mudança interessante. Isso vai gerar mais interesse ainda na posição de honra. Isso também vai movimentar as corridas, pois se o piloto optar por buscar a pole e classificar com o carro mais leve, durante a corrida ele vai ter que gastar mais tempo no reabastecimento, o que implica em toda a estratégia do final de semana.

Os descartes para mim foram proporcionais ao aumento do calendário. A adição de mais uma nota descartada foi ideal para tirar possíveis imprevistos que possamos ter em um maior número de corridas.

A última corrida ser no formato tradicional vai ser muito legal também. Com duas baterias decidindo o título vai movimentar ainda mais a decisão do campeonato.”

Marcel Campos, chefe da equipe RCM-Shell

Joselmo Barcick ( polenta) Atila Abreu e Galid Osman

“Acredito que esse novo formato do regulamento da Stock Car vai deixar as provas ainda mais dinâmicas. A tendência é que as corridas mais curtas fazem com que as equipes tenham que trabalhar estratégias mais ousadas para as duas corridas. Eu particularmente gostei bastante dessa mudança. Outro ponto a se observar é que, apesar das provas terem diminuído, agora não teremos pausa entre elas, então teremos uma estratégia de ‘corrida longa’ dividida em duas partes basicamente. O pit-stop em uma só das largadas também muda muito nas estratégias da corrida, prevenindo táticas mais abusadas. Os quatro descartes também foi algo interessante que a categoria adicionou ao regulamento. Teremos 24 provas agora, contra 18 no ano passado, então e ter mais um descarte é importante em questão de campeonato. Seguindo com o lastro, ainda acho ele bem aplicado. O intuito era equilibrar o campeonato e ele fez isso muito bem.

A inversão dinâmica da corrida vai ser algo muito atrativo para o público, será emocionante. Para nós, equipe, será mais apreensivo nos primeiros momentos.”

Joselmo Barcick, chefe da equipe Shell V-Power

 

“Fiquei animado com esse novo regulamento da Stock Car. O campeonato ganha um charme extra, principalmente nas corridas em formato Sprint. Tudo ou nada com duas corridas de 25 e 20 minutos. Com certeza vai ser mais chamativo ao público, pois os pilotos terão que atacar uns aos outros desde a bandeirada inicial. Mesmo não sendo o maior fã dos descartes, eu entendo que é importante para o campeonato pelo momento que estamos vivendo no Brasil. O pit-stop deixar de ser obrigatório nas duas corridas, precisando ser feito em apenas uma delas é talvez a mudança que vá mexer mais com as estratégias ao longo do final de semana. Cada equipe vai precisar entender o que é melhor para o seu sucesso e trabalhar nessa estratégia ao longo do final de semana. Não vejo a hora de acelerar logo na nova temporada da Stock Car.”

Átila Abreu, piloto do carro #51

 

“Estou realmente feliz com as novas regras. Vai tornar o final de semana de corrida ainda mais dinâmico do que já era. Ir da primeira para a segunda bateria sem parar e nem ter tempo de descansar vai deixar as corridas ainda mais no feeling do piloto. Diferente do ano passado, teremos muito mais chances de pontuar e subir ao pódio. De 18 largadas passamos para 24, são seis pódios extras e seis chances de pontuar a mais. Desde que entrei na Stock Car, há nove anos atrás, a pole pontuar é uma regra completamente nova para a categoria e eu gostei muito dessa mudança.”

Galid Osman, piloto do carro #28

 

 

Fonte: LF Press.

Foto: José Mário Dias

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X