AutomobilismoSuper Turismo

Super Turismo – Após disputa eletrizante, Marçal Müller vence com o Gol #544

A volta do Campeonato Gaúcho de Super Turismo não deixou a desejar, com fortes disputas da largada até a bandeirada final.

Cinco meses após o previsto, a Super Turismo finalmente fez sua primeira etapa, no Autódromo Internacional de Guaporé e sob os protocolos de saúde estabelecidos (entre eles a ausência de público), com 22 carros na pista. Um grid um pouco aquém do normal, devido à atual situação de pandemia, mas ainda assim um bom grid, recheado de máquinas como Mercedes, Lamborghini e outros carros de turismo modificados para serem rápidos na pista como Gol, Corsa, Uno e até mesmo um clássico Opala com preparação de época.

O treino classificatório já dava sinais de que a disputa seria acirrada: a pole position ficou com o Linea #199 Turbo de Rodrigo/Marcelo Lemke, com 1:14.630, apenas um décimo à frente do Gol #544 (equipado com motor Honda K20) de Marçal Müller, que por sua vez ficou, também, apenas um décimo à frente do Aldee #118 de Ricardo/João Luis Kreuz.

A instabilidade do tempo nos minutos que antecederam a largada deixou as equipes indecisas, mas a chuva deu trégua durante as duas horas de prova. Logo na largada, Marçal pulou para a ponta da prova com o Gol #544, abrindo alguns segundos em relação ao Aldee #118, que também manteve alguma diferença em relação ao Linea #199.

Na sequência, o Linea que pulou para a segunda posição e, com o abandono do Aldee dos Kreuz, passou a uma perseguição implacável a Marçal, tirando uma diferença de aproximadamente 18 segundos, encostando e assumindo a liderança da prova. A última janela de pit stop, porém, foi decisiva: com a entrada do safety car enquanto Marçal cumpria sua parada (o que diminui o ritmo de quem está na pista), este saiu na liderança e a manteve até a bandeirada, não sem ser duramente atacado pelo Linea, que chegou a apenas 1,5s atrás.

O ritmo impressionante da disputa entre o Gol de Marçal e o Linea dos Lemke fez com que ambos virassem tempos ainda mais rápidos que os do treino classificatório, com várias voltas na casa de 1:14, e algumas na casa de 1:13, como o Linea #199 estabelecendo o recorde de volta mais rápida da Super Turismo no Autódromo de Guaporé: 1:13.563, com a alta média de 150,72 km/h.

“Foi uma prova muito disputada, primeiro com o Aldee, depois com o Linea, foi uma prova de duas horas em ritmo de bateria, dei tudo de mim do início ao fim e deu tudo certo. Estou muito feliz por esta vitória na abertura do campeonato.”, disse Marçal Müller.

Na classe TS a vitória ficou com a Mercedes #81 de Arthur Caleffi/Fernando Poeta; na classe T1, com o Ka #43 de Biancini/Bastos, que fez prova consistente; na T2, com o Corsa #44 de Alessandro Gandra e na TL venceu o Celta #8 de Silvio Lodi/Nico Dallagnol.

O grid da Super Turismo recebeu dois protótipos Spyder do campeonato Endurance RS, categoria que não fechou o número mínimo de carros para ter sua prova. O Spyder #2 de JB Rodrigues/F Mello/F Toschi foi o vencedor, seguido do Spyder #42 de Michael Soares/Walter Konrad.

A transmissão ao vivo da etapa da Super Turismo teve o apoio de Abro Lubrificantes/Leus Produtos Automotivos, TransRoncen, Feiticeiro Lanches e a qualidade do provedor Net11.

 

 

Fonte: LF Assessoria

Fotos: Grégori Dai Prá

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X