Automobilismo Off RoadRally

Rally – Com nova lista de inscritos, campeões do Dakar estão entre os principais adversários dos brasileiros

Organização divulga alteração na quantidade de aprovados na vistoria. Conheça alguns dos mais fortes rivais dos representantes do Brasil

Responsável pelo Rally Dakar, a francesa Amaury Sport Organisation oficializou neste sábado (04/01) a lista dos aprovados na inspeção técnica realizada durante três dias na cidade de Jeddah, local da largada da 20ª edição da prova, na Arábia Saudita. Ao todo, a competição contará com 342 veículos. Entre os UTVs que irão largar, um dos destaques é a dupla brasileira Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, da equipe Monster Energy/Can-Am, que tenta o bicampeonato do Dakar depois de vencer a prova em 2018.

Tricampeões mundiais depois de vencer o Rally do Marrocos em outubro, Varela e Gugelmin terão novamente uma forte concorrência pela frente. Nomes importantes e vencedores do Dakar e do Mundial, como o francês Cyril Despres e o checo Josef Macháček, se mesclam com uma nova e ambiciosa geração capitaneada pelos norte-americanos Casey Currie e Mitch Guthrie Junioralém do russo Sergey Karyakin.

Entre supercampeões do Dakar e até estreantes de quem se espera muito na edição 2020, veja abaixo uma lista com alguns dos fortes competidores (ordem alfabética):

Blade Hildebrand – Bastante jovem, mas não inexperiente, este norte-americano de 21 anos tem várias vitórias em provas importantes no currículo e é uma das apostas do seu país para crescer no Dakar. Nesta sua segunda participação, seu empresário Robby Gordon (ex-astro da F-Indy) escolheu como navegador o francês François Cazalet.

Casey Currie – Oriundo de uma família tradicional do esporte a motor norte-americano, Currie estreou no Dakar em 2019, terminando em quarto – o que este jovem acostumado ao pódio classificou como um fracasso. Em 2020, terá um novo navegador, Sean Berriman (África do Sul), em uma nova tentativa de conquistar a vitória.

Conrad Rautenbach – Bicampeão africano e natural do Zimbábue, tem larga experiência no Mundial de Rally. Em 2017, fez sua única aparição no Dakar, sendo eleito o melhor estreante na categoria carros após chegar em nono. Nesta estreia nos UTVs, terá como navegador o português Pedro Bianchi Prata.

Cyril Despres – Não se pode desprezar um piloto que foi pentacampeão e quatro vezes vice do Dakar, mesmo em outra categoria (motos). O francês é um dos gigantes do maior rally do mundo e certamente sabe o que fazer para vencer novamente. Terá como navegador o aventureiro sul-africano Mike Horn.

Francisco “Chaleco” López – É o atual campeão do Dakar entre os UTVs. Dono de uma carreira bem sucedida nas motos, com pódios e várias vitórias em especiais, o chileno voltou com tudo no ano passado, desta vez nos UTVs. Em 2020, terá como navegador o compatriota Pablo Latrach, com quem realizou um intenso período de testes nas dunas do Deserto do Atacama.

Gerard Farrés Guell – Em 2019, este espanhol foi vice-campeão do Dakar entre os UTVs, ao lado do navegador Daniel Oliveras Carreras. Sempre competitivo, este ano terá como navegador Armand Monleon, também espanhol. Sempre competitivo.

Josef Macháček – Pentampeão do Dakar na categoria quadriciclos, este experiente piloto checo é também um dos nomes mais competitivos da edição 2020 do Dakar. Em sua estreia entre os UTVs, terá como navegador o compatriota Vlastimil Tosenovsky, um antigo parceiro de provas internacionais de off-road.

Mitch Guthrie Junior – Um dos mais promissores pilotos de off-road de sua geração, ele fará sua estreia no Dakar aos 23 anos. Filho de um famoso piloto dos EUA, apelidado de “The King”, o jovem Mitch superou seu pai na terra natal e ainda tornou-se campeão mundial de UTVs em 2016. Seu navegador é o especialista norueguês Ola Floene.

Sergey Karyakin – Acompanhado pelo navegador russo Anton Vlasiuk, este veloz piloto de 28 anos tem surpreendido o mundo dos rallies. Competindo e liderando a própria equipe baseada em sua terra natal, venceu o Dakar na categoria quadriciclos em 2017, sendo o primeiro russo a alcançar essa façanha.

Treze mulheres e 342 veículos: A Amaury Sport Organisation retificou neste sábado a lista final dos inscritos e aprovados na vistoria técnica realizada em Jeddah. Ao todo, 342 veículos foram habilitados – e não os 351 anunciados anteriormente. Entre as categorias, os números são estes: 114 motos, 23 quadriciclos, 83 carros, 45 UTVs e 46 caminhões. A França possui o maior contingente de competidores (109 inscritos aprovados), seguida da Espanha (75) e Holanda (50). Treze mulheres irão participar. A edição 2020 do Dakar contará com profissionais de 68 nacionalidades – incluindo os membros das equipes de apoio.

 

 

Fonte: Best Pr.

Foto: Gabriel Varela/ Ricardo Ribeiro/ Maryan Chitka

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X