AutomobilismoStock Car

Tão perto, mas tão longe…

A metros da largada, eixo cardã do carro de Lucas Foresti quebra e estraga o equipamento a ponto de o piloto ficar de fora das duas corridas em Curvelo.

A pior coisa no automobilismo é o carro funcionar bem o fim de semana inteiro e quebrar a pior peça possível antes mesmo da largada. Foi o que aconteceu com Lucas Foresti na etapa de Curvelo da Stock Car. E a coisa foi tão feia que ele ficou de fora das duas corridas do fim de semana, não só da primeira.

No meio da volta de apresentação o competidor da CVC Full Time Academy sentiu que a potência do motor não estava sendo entregue às rodas. Alguns segundos a mais e vem o veredito: foi o eixo cardã que quebrou. E, quando essa peça quebra, é preciso parar imediatamente senão compromete os outros componentes.

Resgatado pela equipe de segurança, Lucas foi aos boxes para ver se conseguia arrumar alguma coisa, mas bastou uma olhadinha no carro e os mecânicos já viram que a coisa ficou preta. “É frustrante quebrar antes mesmo da largada. É uma peça bem difícil de trocar e não daria tempo o suficiente para deixar tudo pronto na segunda corrida. O jeito foi ficar vendo pela televisão“, comentou um decepcionado Lucas.

O jeito é pensar na próxima corrida que acontece em duas semanas (dia 6 de agosto) e é uma das novidades do calendário: a pista do Velo Città, que fica em Mogi-Guaçú, interior de São Paulo.

 

 

 

Fonte: Bruno Vicaria

Foto: Marcus Cicarello

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X