AutomobilismoVR-Racing

Virtual Racing – Pela Endurance Felipe Drugovich abriu temporada comemorando vitória nas 24 Horas de Le Mans Virtual

Brasileiro se prepara para testes coletivos da Fórmula 2 no Bahrein nos primeiros dias de março

Em 2020, ano em que estreou com enorme sucesso na Fórmula 2, Felipe Drugovich se destacou também no automobilismo virtual. Sem competições reais no primeiro semestre daquela temporada por conta da pandemia mundial de Covid-19, o piloto aproveitou o ambiente virtual para manter seus reflexos em dia e juntou o útil ao agradável ao vencer as mais diversas corridas espalhadas pelo mundo.

No último final de semana, enquanto aguarda para estrear em sua terceira temporada na Fórmula 2, Felipe Drugovich voltou a correr no ambiente virtual, agora integrando a equipe Red Line, de propriedade do campeão mundial de Fórmula 1 Max Verstappen, que competiu em outro carro.

Competindo nas 24 Horas de Le Mans Virtual, o brasileiro teve como parceiros de equipe o britânico Oliver Rowland, o holandês Jeffrey Rietveld e o tcheco Michal Smidl, que tem sua carreira focada no ambiente virtual. “Foi uma experiência única”, lembra Felipe Drugovich, que em 2022 disputará a Fórmula 2 pela equipe holandesa MP Motorsport, pela qual venceu três corridas em seu ano de estreia na categoria.

Felipe Drugovich vence na 24hrs de Le mans Virtual junto no time de Max Verstapen

“Meus companheiros e eu e também os quatro pilotos do outro carro, incluindo o Max, treinamos durante duas semanas para desenvolver o setup ideal. E deu muito certo”, vibrou o piloto de Maringá (PR).

O time começou bem sua participação nas 24 Horas de Le Mans Virtual, conquistando a pole position com o holandês Jeffrey Rietveld. “Eu era o responsável pela largada, mas tive um problema no meu computador. Então o Rowland largou, mas perdeu algumas posições, principalmente porque ele não treinou largada”, relembra Drugovich, 21 anos. “Mas depois, ao longo da prova, nos recuperamos bem”, completou.

Nas horas seguintes a equipe conseguiu recuperar quase todas as posições perdidas e assumiu o 2º lugar, onde permaneceu até a sétima hora de prova. Depois, Max Verstappen, que liderava com o outro carro, bateu e a equipe de Felipe Drugovich assumiu a ponta, que manteve ao longo das 17 horas seguintes para receber a bandeirada em primeiro.

“O nível de preparo foi altíssimo, igual a uma corrida de verdade. Depois que encontramos o setup ideal, sabíamos que seriámos competitivos. E realmente fomos, a ponto de vencer uma prova que foi uma verdadeira maratona”, contou Felipe Drugovich. “E foi também muito importante para que eu pudesse manter o ritmo durante as férias”, finalizou.

Entre os dias 2 e 4 de março, no Bahrein, Felipe Drugovich dará início em sua terceira temporada na Fórmula 2 participando dos testes coletivos da categoria. O campeonato terá 14 etapas em sistema de rodada dupla e a primeira delas será disputada também no Bahrein, entre os dias 18 e 20 de março.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

Fonte: KG Com.

Foto: Dutch Photo Agencye

Alex De Peder

Sou Alex entusiasta apaixonado pela velocidade, por esse motivo compartilho com voces a essas informacoes, espero que estejam agraciados com as materias e fotos de nossos parceiros. Pois buscamos sempre trazer a melhor noticia e imagem. Agradeco a cada um de voces que caminha juntos desde o inicio, e quando conseguirem compartilhar poderemos alcancar mais pessoas apaixonadas como nos. Obrigado 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
X