Automobilismo FórmulaF3

F3 – Roberto Faria faz balanço da F3 Ásia e garante boas expectativas para a F3 Britânica

Participação no torneio asiático teve como objetivo ganhar experiência e ficar menos tempo parado até começar a temporada da F3 na Inglaterra

Depois de 23 dias de muita velocidade nas pistas de Dubai e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a F3 Ásia terminou no último final de semana. Em menos de um mês, os pilotos participaram de 15 provas divididas em cinco etapas. Único brasileiro na edição deste ano, Roberto Faria, 17 anos, terminou em 15º lugar com 10 pontos, seis desses conquistados na última etapa, realizada em Yas Marina, na última sexta (19) e sábado (20).

“Esse é um campeonato intenso e de altíssimo nível. Em menos de um mês, andei mais da metade do que faço numa temporada inteira da F3 Britânica”, afirma Roberto, que na Ásia competiu pela Motorscape e na Inglaterra é piloto da Fortec Motorsports.

Na última etapa, o jovem piloto carioca conseguiu a melhor posição até então ao terminar em P8 na corrida 2. Até então, P9 era a melhor colocação de Roberto – posição essa que ele conquistou três vezes, duas em Yas Marina e uma em Dubai. Infelizmente, ele não terminou as outras duas corridas desta etapa.

“Sabe quando você escolhe fazer o ENEM ainda no 2º ano (do Ensino Médio) para ver como é?! Foi assim que encarei esse torneio. Vim pra ganhar experiência, confiança e quebrar o gelo, além de não ficar parado até maio, quando começa a nova temporada da F3 Britânica, que é a minha prioridade para 2021”, avalia o piloto que chegou a largar de P5 duas vezes e numa dessas provas ocupou a quarta posição.

Pronto para voltar para a Inglaterra, no entanto, Roberto decidiu voltar para o Brasil neste momento. “Já que lá está de lockdown e sem previsão para voltar ao normal, eu não vou poder sair da escola e, se estivesse lá, estaria assistindo aula de dentro do meu quarto. Logo, é melhor estar na casa dos meus pais, perto deles e dos meus irmãos. A única coisa que preciso ter é disciplina para viver sob o fuso de lá”, brinca.

O planejamento é voltar para o Reino Unido assim que as atividades lá forem voltando ao normal, como ter aulas presenciais e poder voltar a treinar nas pistas. A expectativa é grande para essa temporada já que 2021 será o segundo ano de Roberto na F3 Britânica. No ano passado, ele entrou no meio da temporada e na última etapa, em Silverstone, conquistou o inédito pódio com P2.

“O ano de 2020 me ensinou que não posso ter controle de tudo. A gente está vivendo essa pandemia, o calendário das competições foram alterados, eu mudei de categoria e no final conseguimos resultados surpreendentes. É assim que estou encarando 2021. Deu para participar da F3 Ásia neste ano? Sim. Ótimo. É melhor ficar no Brasil e assistir à aula à distância? Sim. Quando estiver liberado para treinar na Inglaterra, vou treinar e dar o meu melhor nas pistas. E quando o campeonato começar vou brigar por pódios a cada corrida”, comenta Roberto.

A temporada 2021 da F3 Britânica está prevista para ter oito etapas, sendo a primeira delas para começar em maio. Confira o calendário completo aqui: www.britishf3.com

Fonte: DL Press.

Foto: F3 Asian

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X