AutomobilismoStock Car

Stock Car – Chuva rouba a cena na definição do grid no Velopark

Com condições de pista piores, pilotos do grupo 2 são prejudicados, dentre eles Rafael Suzuki, da Bardahl Hot Car. Apenas os pilotos do grupo 1 passam para o Q2, que sofreu atraso de duas horas para ser realizado em virtude da chuva. Guilherme Salas, com problemas no carro, ficou de fora da tomada

Depois do forte calor dos treinos livres na sexta-feira (20), os pilotos da Stock Car enfrentaram uma situação completamente diferente neste sábado (21) no treino que definiu o grid de largada para a terceira etapa da temporada no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Com tempo nublado, a chuva transformou-se no personagem principal da tomada de tempos.

Na disputa do Q1, os 16 pilotos do primeiro grupo enfrentaram situações melhores e não foram ultrapassados pelos pilotos do grupo 2, que já foram para a pista debaixo de bastante chuva. As condições atrapalharam a performance de Rafael Suzuki, da equipe Bardahl Hot Car, que foi o segundo mais rápido na sexta-feira. O piloto estava no grupo 2 e terminou em 21º no grid. O companheiro Guilherme Salas não teve a chance de participar da sessão, em virtude de um problema no carro e vai largar no fim do grid neste domingo (22).

Além das condições de pista piores, os pilotos do grupo 2 ainda tiveram o treino encerrado com uma bandeira vermelha, após um piloto escapar na pista. Os comissários ainda deram a chance de voltarem pra pista, mas o tempo restante não foi suficiente para ninguém abrir volta.

Com os 15 primeiros definidos, o Q2 também foi interrompido após um acidente e as atividades só retornaram após duas horas, quando a chuva diminuiu. Cacá Bueno ficou com a pole position. A primeira prova deste domingo terá sua largada às 12h25 (com a disputa de 40 minutos e mais uma volta). A segunda corrida acontecerá na sequência, com grid definido pela posição de chegada na bateria 1 e os 10 primeiros invertidos. O SporTV transmite a rodada dupla ao vivo.

Suzuki, que vem numa temporada de bons resultados, estava bastante animado para a tomada e lamentou o ocorrido. “Eu acho que o grupo 2 não poderia ter saído para a pista naquelas condições. Não é só a questão da pista estar mais rápida para um grupo do que para o outro. A pista estava longe de ter a condição mínima de segurança”, explicou o piloto do Stock #8.

“Na minha opinião, erraram ao avaliar a pista só depois que um piloto bateu. O resultado é frustrante. Claro que regulamento é regulamento e todo mundo já sabia que funciona assim. Hoje fomos prejudicados, outro dia podemos ser favorecidos, mas o que me deixa mais desanimado é colocarem os pilotos para andarem nestas condições. O carro aquaplanava em linha reta. Por competência e habilidade dos pilotos não aconteceu algo pior, porque todo mundo respeitou a condição que era muito ruim. Acho que a situação não pode ser avaliada só depois de um acidente”, continuou Suzuki.

“Hoje, estava fora do nosso controle, apesar da equipe ter feito um ótimo trabalho. Agora é trabalhar para recuperar amanhã de novo”, completou o piloto que tem três Top-10 nas três provas da temporada 2018.

Salas, que também vinha num ritmo bom nos treinos, teve menos sorte que o companheiro. Após o treino livre da manhã, o piloto sentiu um problema em seu carro e não pode participar do classificatório.

“No último treino, eu estava numa volta rápida e senti que algo havia quebrado. Não sabia se era câmbio ou algo no cardã. Tentamos ver o que era para arrumar para a classificação, mas não tivemos tempo suficiente. Vamos tentar fazer uma corrida de recuperação amanhã. Nosso carro tem um ritmo muito bom, então vamos trabalhar para sair daqui com um resultado melhor”, finalizou o piloto do Stock #117.

Grid de largada*:

1. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – 1:02.888
2. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – 1:03.386
3. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) – 1:03.405
4. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – 1:03.998
5. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – 1:04.155

6. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:05.211
7. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – 1:05.259
8. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – 1:05.366
9. 55 Sergio Jimenez (Squadra G Force) – 1:05.563
10. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1:05.578
11. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – 1:05.805
12. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – 1:05.860
13. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 1:07.484
14. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – sem tempo

15. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – 1:07.501
16. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1:09.973
17. 70 Diego Nunes (Texaco Racing) – 1:10.745
18. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – 1:11.012
19. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 1:11.528
20. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – 1:11.530
21. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – 1:11.561
22. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – 1:11.936
23. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) – 1:12.273
24. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – 1:13.177
25. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – 1:19.718
26. 33 Nelson Piquet Jr (Texaco Racing) – 1:23.272
27. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – 1:28.815
28. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:39.313
29. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – sem tempo
30. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – sem tempo

31. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – 1:03.710 **

*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

** O piloto larga em último por ter sido excluído na última etapa

Confira a programação deste domingo no Velopark:
10h30 – 11h30: VISITAÇÃO AOS BOXES
12h25: Largada Corrida 1 – STOCK CAR
13h15: Divulgação dos vencedores do Hero Push
13h35: Largada Corrida 2 – STOCK CAR

 

 

Fonte: FGCom

Foto: Vandeley Soares

Etiquetas

Alex De Peder

Apaixonado pelo Automobilismo, essa paixao me fez criar um site para todos terem a mesma informação que sempre gostei de receber. 'Tudo posso naquele que me fortalece'

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
X